O crescimento do número de associados e a expansão da plataforma de permutas multilaterais da XporY.com para outros estados foi tema do comentário do consultor, engenheiro e comentarista de cidadania e sustentabilidade da CBN Maringá-PR, Silvio Barros. As vantagens da plataforma como alternativa para movimentar a economia durante o período de pandemia da Covid-19 no Brasil também foram ressaltadas pelo comentarista paranaense.

Barros destacou que, apesar de ser um negócio ainda embrionário no Brasil, a rede de troca multilateral já movimenta cerca de US$ 12 a 14 bilhões por ano nos Estados Unidos e pode ser uma nova alternativa para quem tem altos estoques de produtos ou quer prestar serviços que não podem ser estocados. Só no início do ano, mais de 8 mil negócios estavam associados à plataforma.

Barros destacou que, apesar de ser um negócio ainda embrionário no Brasil, a rede de troca multilateral já movimenta cerca de US$ 12 a 14 bilhões por ano nos Estados Unidos e pode ser uma nova alternativa para quem tem altos estoques de produtos ou quer prestar serviços que não podem ser estocados. Só no início do ano, mais de 8 mil negócios estavam associados à plataforma.

“A coisa cresceu muito e triplicou o número de cadastrados depois da quarentena”, detalha o comentarista sobre a plataforma X por Y, que surgiu em Goiás, em 2014, inspirada pelo modelo norte-americano. Atualmente, a plataforma já atua em São Paulo e têm expectativas de ampliar a atuação para outros estados brasileiros.

Por incentivar a economia colaborativa em momento de crise e com pouca circulação do dinheiro na sociedade por conta do coronavírus, o comentarista acredita que o modelo será próspero. “Esse é o tipo de negócio que está sendo acelerado com as tecnologias que virão na economia pós-Covid. Todo mundo sai ganhando”, projeta.